06 Julho 2017

SRN prevê produzir 300 mil toneladas de ferro por ano no PI

A SRN Mineração, dona do projeto de minério de ferro SRN, localizado em São Raimundo Nonato, no Piauí, prevê produzir 300 mil toneladas da commodity por ano. O início da implantação da planta piloto está previsto para o segundo semestre de 2018 e a produção será destinada ao mercado interno e externo.

Segundo Flávia Fernandes, engenheira de processos da empresa, o investimento inicial para implantação piloto da planta será de cerca de R$ 15 milhões. "Estima-se que haverá a criação de 25 empregos diretos", declarou, em entrevista por e-mail ao Notícias de Mineração Brasil (NMB) ontem (5).

De acordo com ela, o escoamento da produção ao mercado externo deverá ser feita por transporte rodoviário até o Porto de Pecém, localizado no Estado do Ceará, com capacidade para receber navios do tipo capesize.

"Com o início da operação da ferrovia Transnordestina, o escoamento do minério terá sua logística facilitada através dos portos de Suape, no Estado de Pernambuco, ou Pecém, no Estado do Ceará.  A região da planta está a cerca de 100 km de estrada rodoviária de um ponto de embarque na Ferrovia Transnordestina, podendo chegar neste ponto pelas rodovias BR-020 e PI-140/BR-324", afirmou.

Segundo Flávia, a mineradora permanece com o plano de transportar o minério de ferro por rodovias. "A SRN permanece com este plano pois o processamento sem o uso de água terá menor custo que na indústria tradicional de minério de ferro, o que irá compensar o maior custo de logística por transporte rodoviário", disse.

Questionada pelo NMB sobre o processo de licenciamento ambiental da empresa, Flávia declarou que a expectativa é que ele seja aprovado em cerca de 6 meses a partir de outubro ou a partir da data de protocolização do pedido.

Sobre os avanços do projeto, a engenheira de processos da SRN Mineração declarou que, de abril até junho, a companhia esteve em fase de pesquisa mineral. "Tivemos avanço na definição do corpo de minério e na estimativa de recurso de um dos alvos de pesquisa", afirmou.

A empresa foi constituída entre 2008 e 2009 por meio da junção de várias pessoas que tinham direitos minerários na região de São Raimundo Nonato (PI), mas não tinham capital para desenvolver projetos. Ela é formada por 5% de capital estrangeiro e 95% de sócios locais, como pessoas físicas e empresas de investimentos.

Em seu website, a SRN Mineração diz que tem como objetivo "viabilizar o desenvolvimento de projetos de mineração de forma ambientalmente sustentável, gerando benefícios econômicos e sociais".

Fonte: Notícias de Mineração Brasil. 

© 2015 - SRN Mineração. Feito por  Guillermo Lagreca. Todos os direitos reservados..